Fim de ano
Publicado em: 04/12/2018 ás 18:47:00

O Serviço de Defesa e Proteção do Consumidor de Pedra Preta – Procon, está alertando os consumidores para as compras de fim de ano. O objetivo do Órgão é deixar os cidadãos por dentro de seus direitos na hora de adquirir qualquer produto ou serviço e também prevenir problemas posteriores com troca, prazos e defeitos.

Fim de ano e em muitos casos o pagamento do 13º. Essa época reúne condições propícias para o aumento significativo das compras de todas as famílias. Os consumidores lotam as lojas em busca do melhor presente para a família e amigos. Mesmo com a correria comum nessa época do ano, é preciso ficar atento aos direitos dos consumidores.

Segundo o coordenador do Órgão, Marlon Fernando Yokada Fernandes, a primeira recomendação é não comprar por impulso. 

“Sempre pesquise bastante o valor e faça comparações entre os estabelecimentos. Aconselhamos que antes de sair às compras, o consumidor faça uma lista do que realmente precisa, evitando gastos desnecessários. Uma orientação importante é que se faça a pesquisa de preços. Ficar atento se os valores informados nos folhetins informativos dos estabelecimentos comerciais correspondem ao que é efetivamente cobrado. Optar pelas compras à vista, caso contrário, ficar alerta a cobrança de juros e o número de parcelas”, afirmou.

Fique atento: As lojas físicas não têm obrigação de trocar produtos, a menos que apresentem algum tipo de avaria, quem tem o hábito de trocar presentes deve ficar ciente que o Código de Defesa do Consumidor (CDC) estabelece que o empresário não é obrigado a trocar a mercadoria, a obrigatoriedade é válida para produtos com vícios (não funciona adequadamente). Se a troca é por conta da cor, por exemplo, só é realizada caso o comerciante concorde. Já nas compras por telefone ou internet o consumidor tem o direito de arrependimento, ou seja, poderá desistir da compra no prazo de 07 (sete) dias a partir da assinatura do contrato ou do recebimento do produto.

Ainda segundo o Coordenador do Órgão, o cidadão não pode deixar de exigir a nota fiscal: “Ela é a garantia para o consumidor, principalmente nas compras de portáteis e eletroeletrônicos. É com a apresentação dela que o consumidor encaminha um produto com vício à assistência técnica. Caso o comerciante informe que não faz trocas de mercadorias nos casos acima, este somente tem a obrigação em casos de vícios ou defeitos e o Código de Defesa do Consumidor estabelece prazo de 30 dias para reclamações para produtos não duráveis e 90 dias para produtos duráveis” finaliza Marlon Fernandes.

Serviço: O Procon de Pedra Preta/MT atende na sede municipal, na Rua Deputado Oscar Soares, 397 – Centro (próximo ao Fórum de Justiça), de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h, para registro de reclamações, audiências, consulta de processos e protocolo de documentos. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (66) 3486-2152.

Notícias relacionadas

11/12/2018

15 pontes são concluídas pela Prefeitura de Pedra Preta

Visualizar Notícia

10/12/2018

Unemat abre inscrições para Processo Seletivo 2019.1 da MT Escola de Teat...

Visualizar Notícia

10/12/2018

Pavimentação Asfáltica e Drenagem do Jardim Morumbi estão em ritmo acel...

Visualizar Notícia

07/12/2018

Sete poços artesianos já foram concretizados; dessa vez no Tatuapé

Visualizar Notícia

Av. Fernando C. Da Costa - CEP: 78795-000 - Pedra Preta/MT
Fone: (66) 3486-4400
ouvidoria@pedrapreta.mt.gov.br
CEP: 78795-000
Atendimento: Das 13:00 às 18:00,
De Segunda à Sexta.